Tudo sobre o revestimento de pele de vidro para stands

Quando se trata de participar de uma feira ou evento, expondo sua marca e os produtos ou serviços que ela oferece, é necessário investir em estruturas de qualidade e visualmente atrativas. E, uma forma de personalizar o stand e dar um acabamento diferenciado e mais moderno, é utilizando uma pele de vidro para stands.

 

A pele de vidro, também conhecida como fachada cortina, é um tipo de revestimento muito comum em projetos de construção civil – principalmente em grandes edifícios, mas também pode ser utilizada em residências e na arquitetura comercial – e que foi aplicada aos stands modulares, com a proposta deixá-los mais atrativos e de proporcionar outras vantagens.

 

 

Muito além de uma questão estética


Além de funcionar como uma fachada que cobre a estrutura de alumínio dos stands, a pele de vidro pode receber acabamentos diferenciados, como jateamento, ou ser coberta com adesivo para complementar a identidade visual da marca exposta. Mas, sua função estética não é a única levada em consideração na hora de utilizar uma fachada cortina em stands.

 

Em stands externos, por exemplo, este revestimento ajuda a reduzir a penetração de raios UV e do calor, e também reduz riscos, devido à alta resistência atribuída ao vidro após a aplicação da película.

 

Outras vantagens do revestimento em pele de vidro são: a instalação simplificada, a leveza em relação a outros tipos de coberturas utilizadas com a mesma finalidade, a padronização de medidas, e por fim, sua alta durabilidade.

 

 

Passo a passo da montagem do stand


Enquanto na construção civil, a instalação da pele de vidro pode ser feita de várias formas – no local da obra, na fábrica ou de ambos os jeitos -, no caso da aplicação em stands, é altamente indicado que toda a montagem seja feita no local do evento. Isto porque existe uma ordem na montagem que deve ser respeitada para garantir uma estrutura estável.

 

Antes de tudo, é necessário fazer o levantamento estrutural do stand com base no projeto ou no padrão estabelecido pela organização do evento. Depois, é feita a organização interna do stand, no qual são definidos quesitos como a decoração e a instalação elétrica. É neste momento em que são colocados os móveis, são instalados os recursos para o público, como totens carregadores de celular  e suportes para tablet, e é preparada a iluminação e a refrigeração.

 

 

A aplicação da pele de vidro


Após finalizada a parte interna do stand, é possível começar a colocação da pele de vidro. Outro aspecto diferente entre a instalação em construções civis e stands é que nas estruturas para feiras e eventos, a fachada cortina precisa ser padronizada para que possa ser reutilizada pelas montadoras.

 

A parte mais importante desta etapa é a fixação do vidro, pois é o que vai garantir a integridade do stand e a segurança das pessoas que estarão ao redor. E, para isso, existem duas opções: a Mini Bolacha Cromada e o Spider.

 

Enquanto a Mini Bolacha Cromada é uma peça mais discreta, de fácil montagem, que permite um acabamento visualmente mais agradável e demanda um investimento menor, o Spider é altamente versátil e uma ótima opção para stands externos, devido à sua estabilidade. A escolha dependerá da necessidade do cliente.

 

Se você pretende expor em uma feira ou evento, agora conhece uma nova opção para deixar seu stand mais seguro e atrativo para garantir mais visitantes e clientes para seu negócio. Caso precise de ajuda para definir qual é a melhor solução para o seu negócio, contate a Alumipac e não deixe de conferir o blog para novas atualizações! Até a próxima!

Converse com um consultor sem compromisso e tire suas dúvidas!
FALAR COM UM CONSULTOR